8/17/2016

Ísis



Filha de Geb (deus da Terra) e Nut (desa do Firmamento), Ísis é uma deusa da mitologia egípcia, seu culto transcendeu as fronteiras do Egito e se estendeu pelo universo greco-romano. Por muito tempo esta deusa foi venerada como a representação maior da essência materna e da esposa perfeita, ela é a protetora da natureza e da magia. É amiga dos escravos, dos pescadores, artesãos, oprimidos, ela que escutava as preces das donzelas e governantes. Ela também é a Deusa da maternidade e da fertilidade. 

Ísis contribuiu para a ressureição de Osíris quando ele foi assassinado por Seth. Depois de reunir as partes de Osíris que Seth tinha despedaçado e espalhado sobre a terra, com sua habilidades mágicas e a ajuda de Anubis ela foi capaz de trazê-lo de volta a vida.


Literalmente, o seu nome significa "ela do trono". A sua cobertura original para a cabeça foi um trono. Como personificação do trono, ela foi uma representação importante do poder do faraó.


Ela não teve desse culto centralizado em nenhum ponto específico ao longo da história da sua adoração. Isto pode ser devido à ascensão tardia de seu culto.

As primeiras referências a Ísis remontam à V dinastia egípcia, período em que são encontradas as primeiras inscrições literárias a seu respeito, embora o culto apenas venha a ter tido proeminência ao final da história do antigo Egito, quando se iniciou a absorção dos cultos de muitas outras deusas com centros de culto firmemente estabelecidos. Isto ocorreu quando o culto de Osíris se destacou e ela teve um papel importante nessa crença. Eventualmente, o seu culto difundiu-se além das fronteiras do Egito.



6/14/2016

Nix




Nix é a personificação da noite, Hesíodo afirma que ela é filha do Caos, Sendo a segunda criatura, seguida de seu irmão gêmeo Érebo, a escuridão, a emergir do vazio, logo depois surgem Gaia, a mãe Terra, Tártaro, as trevas abismais, Eros, o amor da criação, que são considerados irmãos de Caos. Dessas forças primordiais sobreveio as outras divindades gregas.


Nix é a patrona das feiticeiras e bruxas, é a deusa dos segredos e mistérios noturnos, rainha dos astros noturnos. Acreditava-se que Nix tinha o controle total sobre a vida e a morte, tanto dos homens como dos deuses. Homero se refere a ela com o epíteto "A domadora dos Homens e Deuses", demonstrando como os outros deuses respeitavam-na e temiam esta poderosíssima deidade.






Assim como Hades, ela possui um capuz que a torna invisível a todos, e assim, ela assiste o universo sem ser notada. Os filhos de Nix são a Hierarquia em poder para os deuses, sua maioria são divindades que habitam o mundo subterrâneo e representam forças indomáveis que nenhum outro deus poderia conter. Zeus tem um enorme respeito e temível pavor pela deusa.


Nix e seu irmão eram os únicos deuses primordiais que podiam ter filhos com humanos, a deusa teve muitos filhos, desposou com Érebo de quem teve Éter (luz celestial) e Hemera (dia). Sozinha, sem se unir com qualquer outra divindade, ela procriou Moros (o Destino), Quer (a Fatalidade), Os gêmeos Tânato (a Morte) e Hipnos ( o Sono), Moiras ( as Deusas do destino), Nêmesis (a Deusa da vingança, justiça e equilíbrio), Geras (a Velhice), Éris (a Discórdia, entre tantos outros.


6/13/2016

Quimera




De acordo com a versão mais difundida da lenda, a Quimera era um monstruoso produto da união de Equidna e Tifão. Outras lendas dizem que é filha da Hidra de Lerna e do Leão da Nemeia, ambos mortos por Héracles. Criada pelo rei da Cárdia, mais tarde assolaria este reino e o de Lícia bafejando fogo incessante, até que Belerofonte, montado em Pégaso, conseguiu matá-la.

Sua aparência é descrita de diversas formas, a mais comum é que ela tem cabeça e corpo de leão, com duas cabeças anexadas, uma de cobra e outra de dragão, Lança fogo pelas narinas e tem uma cauda de serpente e outra de leão, teria duas asas, semelhantes ás de um dragão, ligado ao seu corpo de leão.

6/11/2016

Heimdall




Na mitologia Nórdica, Heimdallr (ou Heimdall) é o deus com a missão de guardar a ponte arco-íris, Bifrost, que liga o céu á Terra. 

Heimdall foi escolhido para esse cargo por que sua audição e sua visão são excelentes. Segundo as lendas, ele pode ver até 100 milhas, seja dia ou noite, sua audição era tão apurada que ele podia ouvir até mesmo a grama crescer no chão.

Ele carrega consigo uma o Chifre Gjallanrhorn, ele o toca para avisar quando os inimigos se aproximam, e além disso ele o soará para convocar os deuses para a batalha final. - o Ragnarök. Seus dentes são de ouro. Ele cavalga em um cavalo-guará dourado chamado de Gulltoppr. A sua origem é incerta, mas muitos acreditam que Heimdall seja filho das nove filhas de Aegir.

Heimdallr é dito como o autor das classes sociais entre os homens, uma vez que ele recuperou o tesouro Brísingamen de Freyja enquanto lutava com a forma lacrada de Loki, ambos são destinados em seus futuros a se matarem durante os eventos do Ragnarök.

6/10/2016





Pã, é o deus dos bosques, dos campos, dos rebanhos e dos pastores. Ele reside em grutas e vaga pelos bosques e pelas montanhas, caçando ou dançando com as ninfas. Descrito com orelhas, chifres e pernas de bode, sempre traz consigo uma flauta. É temido por todos aqueles que precisam atravessar florestas á noite, pois as trevas e a solidão da travessia os levavam a pavores súbitos, desprovidos de qualquer causa aparente e que é atribuídos a Pã; daí o termo "pânico"





Segundo as lendas, Pã sempre carrega consigo uma flauta. Ele teria se apaixonado por uma náiade de nome Syrinx, que o rejeitou por ele não ser nem homem, nem bode. Ele a perseguiu, e Syrinx acabou pedindo ajuda as ninfas, estas com o intuito de escondê-la transformaram-na num caniço. 


Quando Pã a alcançou e quis agarrá-la, não havia nada, exceto o caniço e o som que o ar produzia ao atravessá-lo. Maravilhado com o som, ele reuniu caniços de diferentes tamanhos e, com isso, inventou um novo instrumento ao qual deu o nome de Siringe, em honra a ninfa. O instrumento é mais conhecido pelo nome de flauta de pã, em honra ao próprio Zeus.



Pã teria sido um dos filhos de Zeus com sua ama de leite, Amalteia. Seu grande amor no entanto foi Selene, a Lua.

Thor





Thor, na mitologia nórdica, é o deus dos trovões e das lutas. Pertence ao clã dos deuses Asses. Filho de Jord e de Odin e esposo de Sif, de quem teve Lorride e Thrud. Ele teve outros dois filhos com a giganta Járnsaxa, Modi (a coragem) e Magni (a força).

Thor usa como arma o martelo Mjolnir, e tem o cinto Megingjord, que lhe confere enormes forças. Está associado aos trovões, relâmpagos, tempestades, árvores de carvalho, força, proteção da humanidade e também a santificação, cura e fertilidade.



Habita no palácio Bilskirne, e avança para o combate num carro puxado por bodes. O ruído do trovão era atribuído ao rodar desse carro, bem como à sua poderosa voz, da qual se originou sua denominação de Hlorridi (o rugidor).

A arma de Thor era um martelo de guerra mágico, chamado Mjolnir, com uma enorme cabeça e um cabo curto e que nunca errava o alvo e sempre retornava às suas mãos. Ele usava luvas de ferro mágicas para segurar o cabo do martelo e o cinturão Megingjard que aumentava sua força em dez vezes.


Durante o Ragnarok, Thor matará e será morto por Jormungand (ou Serpente Midgard, esta era tão grande que envolvia toda a Terra).


6/03/2016

Freyr





Freyr, na mitologia nórdica é um deus do clã dos Vanir. É filho de Njörd e Nerthus e irmão gêmeo de Freya, ele é casado com a Jotunn Gerda, com a qual teve um filho chamado Fjolnir.

É um deus representado como belo e forte que comanda o tempo e a prosperidade, a fertilidade, a alegria e a paz. É o deus chefe da agricultura. Frey tem o poder de decidir quando a Sol deveria brilhar ou a chuva cair, e é invocado para se obter paz e abundância.


É o patrono da fertilidade, o soberano dum país chamado Álflheimr, reino dos elfos da luz (ljósálfar), que são os responsáveis pelo crescimento da vegetação. Seu cavalo salta qualquer obstáculo, possui uma espada mágica, forjada por anões, que move-se sozinha nos ares desferindo golpes mortais, o barco Skidbladnir , que se dobra até caber no bolso quando não utilizado, e um javali dourado chamado Gullinbursti , o qual foi criado e entregue como presente pelos anões.

Apesar de ser um deus pacífico, Frey está destinado a lutar contra Surtur na batalha de Ragnarok. Nesta luta não poderá utilizar a sua espada mágica, porque a deu ao seu escudeiro, Skirnir.


5/28/2016

Freya




Filha de Njord , o deus do mar, com sua irmã Nerthus e irmã de Frey. Freya é a deusa mãe da dinastia dos Vanir. Deusa da sexualidade, da sensualidade, da fertilidade, do amor, da beleza, da atração, da luxúria, ouro , guerra e morte, da música e das flores.


Usava o colar de Brisingamen, supostamente feito de ouro, o colar representava o Sol e o ciclo do dia e noite, de acordo com as notas de Saxo Grammaticus o colar estava entre os objetos dados aos deus por Alberich. Loki roubou o colar que era considerado um tesouro de grande valor e beleza, quando a deusa percebeu seu desaparecimento ela pediu ajuda a Heimdall. 



Heimdall confrontou Loki e após uma longa batalha o venceu, quando retornou ele devolveu o colar a deusa.




Segundo as lendas, Freya estava sempre procurando, no céu e na terra, por Odur, seu marido perdido, enquanto derramava lágrimas que se transformavam em ouro na terra e âmbar no mar.


Freya compartilhou com Odin a morte em batalha, recebendo o primeiro golpe. Eles dividiam entre si os mortos de guerra. Metade dos homens e todas as mulheres mortos em batalha iriam para Sessrumnir, o salão de Freya.

5/27/2016

Wendigo




Wendigo é uma criatura que faz parte da mitologia do povo indígena da América do Norte, os Ojíbuas. É descrito tendo olhos brancos, dentes afiados e a esticada em volta do esqueleto que uma vez foi de um humano.


O wendigo é formado a partir de um humano que passou fome durante um inverno rigoroso, e para se alimentar, comeu seus companheiros. Depois de cometer atos de canibalismo por muito tempo, acaba transformando-se num monstro e, por isso, ganha atributos que usa para caçar como: Imitar a voz humana, suportar muito peso, escalar árvores, e uma inteligência sobre-humana.



Ele tem a capacidade de hibernar por anos, e para isso, ele estoca vítimas em cavernas onde as devora lentamente. Segundo a mitologia indígena ele pode ser morto, para isso é preciso que você o queime. Segundo os indígenas, ele tem pele sobre-humana que lhe permite sobreviver a qualquer tipo de ferimento, como esfaqueamentos ou tiros, por isso o melhor método é queimá-lo.

5/26/2016

Hades




Hades é o deus do mundo inferior e dos mortos. Filho de Cronos e Reia, junto de seus irmãos, Héstia, Deméter, Hera, Posídon e Zeus, eram considerados a segunda geração de deuses. Conhecido por ter raptado a deusa Perséfone, filha de Deméter, a quem teria sido fiel e com quem nunca teve filhos. A simbologia desta união põe em comunicação duas das principais forças e recursos naturais: a riqueza do subsolo que fornece os minerais, e faz brotar de seu âmago as sementes - vida e morte. Como senhor implacável e invencível da morte, Hades é o deus mais odiado pelos mortais.


Segundo Hacquard, Hades permaneceu fiel a Perséfone, salvo em duas ocasiões: a primeira quando ele teria se deixado enamorar pela ninfa do Cócito, Minta; perseguida pela rainha Core, foi transformada em menta pelo deus. A segunda teria sido o amor por uma oceânida.

Grande parte dos mitos relatam Hades como infértil, mas algumas passagens aleatórias o atribuem paternidades. Tiveram a paternidade atribuída ao deus: Zagreu (segundo Ésquilo, era o próprio Zeus do Submundo), Marcária, as Erínias (originalmente não tinham número determinado; posteriormente consolidaram-se em três: Alecto, Tisífone e Magera) e Melinoe (ou Melina).

Proxima  → Página inicial